Prefeito Raimundo da Audiolar nomeia filho, esposa, cunhada, concunhada e genro em primeiro ato de governo em Presidente Dutra.

As práticas de nepotismo substituem a avaliação de mérito para o exercício da função pública pela valorização de laços de parentesco. Essa prática imoral ocorre em quase todas as prefeituras do Maranhão.

Prefeito Raimundo da Audiolar nomeia filho, esposa, cunhada, concunhada e genro em primeiro ato de governo em Presidente Dutra

Segundo o Conselho Nacional de Justiça(CNJ), nepotismo é o favorecimento dos vínculos de parentesco nas relações de trabalho ou emprego. As práticas de nepotismo substituem a avaliação de mérito para o exercício da função pública pela valorização de laços de parentesco. Nepotismo é prática que viola as garantias constitucionais de impessoalidade administrativa, na medida em que estabelece privilégios em função de relações de parentesco e desconsidera a capacidade técnica para o exercício do cargo público. O fundamento das ações de combate ao nepotismo é o fortalecimento da República e a resistência a ações de concentração de poder que privatizam o espaço público.

O nepotismo está estreitamente vinculado à estrutura de poder dos cargos e funções da administração e se configura quando, de qualquer forma, a nomeação do servidor ocorre por influência de autoridades ou agentes públicos ligados a esse servidor por laços de parentesco. Situações de nepotismo só ocorrem, todavia, quando as características do cargo ou função ocupada habilitam o agente a exercer influência na contratação ou nomeação de um servidor. Dessa forma, na nomeação de servidores para o exercício de cargos ou funções públicas, a mera possibilidade de exercício dessa influência basta para a configuração do vício e para configuração do nepotismo. CONTINUE LENDO ABAIXO A MATÉRIA;

POIS BEM;

O prefeito de Presidente Dutra vem fazendo da prefeitura um verdadeiro Conselho de Parentes. Em um dos seus primeiros atos, publicado na edição de ontem, dia 5 de janeiro, no diário oficial, Raimundo da Audiolar, como já havia anunciado anteriormente em suas redes sociais, simplesmente nomeou cinco parentes para cargos em sua administração.

O prefeito nomeou para os principais cargos, o filho, a esposa, a cunhada, a concunhada e o genro, uma prática considerada nepotismo, ao contrário do que era pregado em palanques e redes sociais durante o período eleitoral.

Alguns parentes do prefeito reagiram nas redes sociais logo que a impressa local começou a repercutir tais atitudes do prefeito, alegando, que não se trata de nepotismo. Na verdade, a palavra não deve ser nepotismo, deve ser classificado tal comportamento por parte do prefeito como ato imoral.

O prefeito Raimundo da Audiolar é conhecido em Presidente Dutra como um homem que não gosta de fazer acordos. Prefere demonstrar que é ético, porém, muda seu rosto e passa a nomear parentes como se a prefeitura fosse uma empresa privada.

Ele nomeou os seguintes parentes;

Rômulo Carvalho: Secretário de Administração

Fabiana Silva: Secretária de Assistência Social

Isabela Doval: Controladora Geral

Maria Ubetânia Torres: Secretária de Cultura

Silvio Emílio: Secretário de Infraestrutura.

Ocorre que, Silvio Emiliano é apenas namorado da filha do prefeito, ainda não se casaram no civil.

Izabela Mar Doval, foi nomeada para o cargo de Controladora e Ouvidora Geral do Município. Ela é esposa do irmão do prefeito.

Maria Urbetania foi nomeada para o cargo de secretária de Cultura e Turismo, ela é concunhada do prefeito.

Raimundo da Audiolar nomeou a esposa Fabiana Carvalho para o cargo de Secretária de Assistência Social e o filho Rômulo Carvalho para o cargo de Secretário de Administração e Finanças.

Pelo que apurou o Blog Minuto Barra, o prefeito Raimundo da Audiolar é um dos gestores do Maranhão que mais indicou parentes para cargos do primeiro escalão na prefeitura.

Fonte: Minuto Barra.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*