Mesmo desobedecendo Normas de Saúde e Decretos, multidão vai as ruas se despedir-se de ex-prefeito que faleceu de Covid-19, onde muitas pessoas acompanharam a cerimônia e enterro sem mascaras no Interior do Maranhão.

 

O mundo vive tempos difíceis e assombrosos por causa da pandemia causada peo Coronavirus(Covid-19). A pandemia vem assombrando o mundo, pois até agora não se tem notícia de cura.

O vírus é mutável, e vem variando sintomas, bem como tem alto poder de contagio, fatos que vem dificultando o tratamento, pois além de tudo, é uma doença nova, e sem ainda uma vacina na medicina moderna.

Cidades fazendo lookdaw, fechando área comercial, isolando a população das cidades, e o pior que é pior, além da dor da perda, as famílias não tem direito de realizar cerimônias, ou sequer enterrar seus entes queridos.

A Organização Mundial Da Saúde(OMS), orienta todas as nações adotarem mediadas que faça a população não ter nenhum tipo de contato, para evitar contaminação e transmissão do vírus.

Em Lago da Pedra no Último sábado(29), recebemos a notícia que entristeceu não só a cidade, mas também o estado do Maranhão, com o falecimento do ex-prefeito(Osmanir), em consequência da Covid-19.

Porém, além da trágica notícia, outra de extrema gravidade aconteceu, haja vista que, por omissão da administração municipal, houve o cortejo, carreata, multidão nas ruas, em uma gigante aglomerou de pessoas, inclusive muitas pessoas sem mascaras, que ficaram por um longo período de tempo ao redor do caixão.

A cidade que tem um número considerado de infectados pela Covd-19, e o município deveria seguir as normas da OMS, deixou acontecer isso.

Em nenhum momento o Blog quer ser indelicado ou insensível a dor da família, inclusive deixa aqui os mais sinceros pesares pela imensurável perda. Todavia o momento é de reflexão com a situação que vivenciamos, assim foi inadmissível e irresponsável a omissão munícipe com a saúde da população, bem como causou revolta em familiares que, de igual modo perderam seus entes queridos para a Covid-19 e não puderam sequer fazer um velório ou enterro digno.

O Blog encontrasse aberto.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*